Será que você me conhece?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×


Aline e Jorge estão casados há 32 anos. Uau… tempo o bastante para um conhecer o outro, certo? Na realidade, isto depende de como ambos estão investindo o seu tempo neste relacionamento a dois. Estar junto não significa estar unido.
Conhecer é bem mais do que saber coisas a respeito de alguém ou conseguir reconhecer ou identificar uma pessoa. Conhecer é envolver-se profundamente. É interessar-se por questões grandes e pequenas sobre até mesmo os detalhes da vida do outro. Conhecer é compreender que estamos em processo de mudança diária, ou seja, “a mulher que você conheceu ontem não existe hoje (…). E o homem com quem você dormiu a noite passada, olhe de novo para o rosto dele pela manhã. Ele não é mais a mesma pessoa, muito mudou. (…)Essa é a diferença entre uma coisa e uma pessoa. Os móveis no quarto são os mesmos, mas o homem e a mulher não são mais os mesmos” . Isto significa que nós precisamos começar novamente. No relacionamento, quando encaramos o outro como alguém pronto, acabado, estável, que sempre age e faz tudo do mesmo jeito e que você pode igualmente agir seguindo sempre os mesmos padrões, começamos a aniquilar o casamento.
Por meio deste revolução tecnológica e nos meios de comunicação, nunca foi tão fácil encontrarmos e conversarmos com pessoas de perto e de longe. Muitas vezes encontramos, através das redes sociais, pessoas que há anos não tínhamos contato. Tudo isto tem nos levado a nos aproximar das pessoas que estão distantes de nós. Em contrapartida nunca tivemos tanta dificuldade em nos aproximar e comunicar com as pessoas que estão mais perto de nós: esposo(a) e filhos. Nunca estivemos tão distantes, solitários e ausentes dos grandes relacionamentos que envolvem nosso ser. Nesta era da comunicação, cada dia mais, os casais enfrentam dificuldades de comunicação. Temos conhecido inúmeras pessoas ao redor do mundo, ao mesmo tempo em que muito têm vivido um relacionamento em que não há quase conhecimento com o outro. Muitos casais estão vivendo juntos, desfrutando de suas ausências.
Conhecer requer tempo, interesse, aceitação e por vezes, renunciar-se a si próprio para estar em conexão com o outro. Vocês têm investido tempo de qualidade para conhecerem-se profundamente?

Responda às questões abaixo sobre seu cônjuge:
Qual a comida preferida?
Qual o último livro que ele(a) leu?
Que música é a preferida dele(a)?
Seu esporte favorito?
Qual sua brincadeira preferida quando criança?
Do que ele(a) gosta menos de fazer?
Onde gosta de cortar o cabelo?
A sua cor preferida?
Se pudesse mudar de profissão, o que faria?
Que curso gostaria de fazer?
Quem é seu/sua melhor amigo(a)?
Qual a data do aniversário dele(a)?
Qual o último livro que ele(a) leu?
Que música é a preferida dele(a)?
Seu esporte favorito?
Qual sua brincadeira preferida quando criança?
Do que ele(a) gosta menos de fazer?
Onde gosta de cortar o cabelo?
A sua cor preferida?
Se pudesse mudar de profissão, o que faria?
Que curso gostaria de fazer?
Quem é seu/sua melhor amigo(a)?
Qual a data do aniversário dele(a)?
Qual o último livro que ele(a) leu?
Que música é a preferida dele(a)?
Seu esporte favorito?
Qual sua brincadeira preferida quando criança?
Do que ele(a) gosta menos de fazer?
Onde gosta de cortar o cabelo?
A sua cor preferida?
Se pudesse mudar de profissão, o que faria?
Que curso gostaria de fazer?
Quem é seu/sua melhor amigo(a)?
Qual a data do aniversário dele(a)?

Wélida Dancini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×