ENTENDENDO OS DONS ESPITIRUAIS

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

 

 

Buscai com zelo os dons espirituais. 1Co 12.1

A verdade mais elementar acerca dos dons espirituais é que todo cristão os possuem. Cada filho de Deus nasce em Seu reino dotado da capacitação do Espírito para ser útil num ministério específico. Ninguém é deixado de fora desse programa de Deus para capacitar Seu povo para o serviço altruísta e para a edificação do corpo de Cristo.            Podemos afirmar com toda certeza a seguinte máxima: A todos os homens algum dom, a nenhum homem, todos os dons.

Outro fato certo a respeito dos dons é que apenas os cristãos têm dons espirituais, porque é o Espírito Santo quem os dá, e só o faz depois que vem habitar no crente (1Co 12:11). Antes de receber os dons do Espírito é necessário recepcionar o dom do Espírito, Sua presença precisa ser efetivada na vida das pessoas antes que elas exerçam qualquer dom espiritual. É o remido que tem a capacitação para o ministério mediante os dons, ninguém mais.

A verdade bíblica acerca dos dons espirituais é grandiosa, bela, rica e, portanto, complexa.  Sua definição é uma tarefa tão desafiadora que exige o dom da síntese. Analisando diversos conceitos e definições acerca do que são os dons espirituais podemos afirmar que de modo geral um dom espiritual é uma manifestação da graça de Deus através do Espírito Santo, que alcança os crentes habilitando-os para cumprirem o Seu propósito através de um ministério eficaz em favor dos interesses do reino de Deus.

Dr. John Stott define dom como sendo “certas capacidades, concedidas pela graça e poder de Deus, que habilitam pessoas para serviços específicos e correspondentes”. Ainda acrescenta que “um dom espiritual é, portanto, não a capacidade em si, nem um ministério ou função propriamente dito, mas a capacidade que qualifica uma pessoa para um ministério”( John Stott, Batismo e Plenitude do Espírito Santo: Editora Vida Nova, 80).

O que define a essência dos dons é a sua origem. Os dons são de natureza espiritual devido a sua origem – o próprio Espírito Santo. Isso significa que o instrumento humano não tem qualquer virtude intrínseca da qual possa se vangloriar por ser dotado de determinado dom. Os dons espirituais não dependem do esforço ou engenho humano para sua recepção inicial, mas da soberania do Espírito Santo que os distribui “conforme lhe apraz” (1Co 12:11).  Isso não significa que o cristão não possa aperfeiçoar seu dom ou que atue apenas no campo da contemplação ao portar um dom, mas que esse dom tem uso prático e dinâmico no corpo de Cristo e na vida do próprio indivíduo. Em 1 Coríntios 12:4-6 o apóstolo Paulo apresenta a diversidade dos dons e dos ministérios e os relaciona à sua origem: a divindade. Mostra, com isso, que a origem dos dons está centralizada em Deus.  Embora o Espírito Santo seja apresentado como acumulando “oficialmente” a tarefa de distribuir os dons (1Co 10:11; At 1:8), toda a Trindade está empenhada nesta obra (1Co 12:4-6; Ef  4:4-7). Em relação à natureza dos dons é importante clarear o fato de que nem todos eles, por se tratarem de carismas  espirituais, são miraculosos. Embora na administração de todos os dons haja um elemento sobrenatural, por se originarem no Espírito e se revelarem no homem, do ponto de vista funcional, nem todos são classificados como milagrosos. Gostaria você de buscar com zelo os seus dons espirituais e viver em harmonia com o propósito de Deus para sua vida? Para isso, comprometa-se a dedicar mais tempo para o estudo do tema dos dons espirituais. (Material extraído do livro Impacto dos Dons publicado pela CASA – Autoria do Pr. Edinaldo Juarez).

 

 

 

Wélida Dancini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×