FILHOS NO SÉCULO XXI – parte 3

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

 

Em pleno século XXI, Deus está convocando um exército de professores, educadores, pais para deixar-se gastar na missão de guiar crianças para o céu. Há muitos desafios, incompreensões e, provavelmente, algum sofrimento, mas Cristo precisa de você. Ele te chama para ser um professor-guia em Suas mãos, sob Sua direção e com o Seu poder. Ele é quem deseja te capacitar para atuar com as crianças que por vezes são vistas como “problemáticas”, mas que revelarão, se bem orientadas, possuírem grande potencial para cumprir o propósito de Deus.

Deus conta com sua disposição, pois Ele bem sabe que o  êxito deste trabalho depende de uma atuação em parceria com os pais e, por vezes o professor-guia sentirá a necessidade de atuar diretamente com estes também, para ajudá-los em suas necessidades.

Muitas catástrofes naturais aconteceram em 2009 e 2010. Até o Brasil, um país aparentemente sem histórico de terremotos, teve seu chão sacudido. E os tornados, enchentes, furacões espalhados pelo mundo? As “pedras” estão clamando, a natureza parece estar gritando: “Breve Jesus voltará”!

Você realmente crê nisto? Se sua resposta é SIM, então também precisa aceitar que o cumprimento da profecia de Joel 2:28 é para nossos dias, para nossos filhos, para os alunos de nossa escola da igreja: “e acontecerá depois que derramarei o meu espírito sobre a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos velhos sonharão, e vossos jovens terão visões”.

Segundo a previsão da educadora e autora Ellen White “nestes últimos dias as vozes das crianças se erguerão para dar a última mensagem de advertência a um mundo agonizante”[1]. Que crianças são estas senão os nossos alunos? Que mensagem eles terão para dar se seus professores religiosos não se preocuparem em lhes preparar e oferecer alimento consistente a cada semana? Se seus pais não se despertarem para a hora em que estão vivendo e para a necessidade que seus filhos têm de estar preparados para o céu e para dar esta “última mensagem de advertência ao mundo”?

Se os educadores da igreja que estão percebendo certa negligência de parte dos pais, não fizerem um trabalho paralelo de despertamento da consciência destes que possuem os pequenos arautos em suas mãos, como poderão cumprir o propósito de Deus para eles?

A resposta à pergunta deste capítulo está numa análise do contexto da criança e não na criança do século XXI. Contexto este que as expõe a uma quase generalizada atitude de negação, transferência de responsabilidade e alienação da parte dos pais, ao mesmo tempo em que fatores sociais, econômicos e culturais também conspiram contra elas.

[1] Conselho a Pais, Professores e Estudantes, 179.

Wélida Dancini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×