Psicomotricidade – Será que meu filho precisa disso?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Visitei uma escola e me deparei com uma cena triste, angustiante e ao mesmo tempo, um tanto comum em praticamente todas as salas de aulas. Uma criança que estava na 3ª. série do Ensino Fundamental I e não conseguia segurar o lápis de escrever apropriadamente. Ela tinha tanta dificuldade psicomotora que a professora deu a ela um prendedor de roupas, para ser colocado no lápis, e assim, conseguir segurá-lo para escrever. 

Era angustiante ver aquela menininha de olhos negros marcantes, tentando escrever segurando o prendedor de roupas em seu lápis. 

Cheguei em casa e corri pegar um lápis e um prendedor. Era evidente que eu precisaria fazer esta experiência. Tinha que sentir o que era escrever assim. Bom, o resultado da minha tentativa? Claro, fracasso total. 

Pensei ainda mais sobre como isto deve ser um sofrimento contínuo para aquela princesinha. O porquê disto? Uma das principais razões: a falha no desenvolvimento psicomotor dela. 

A Psicomotricidade ou também conhecida como Educação Psicomotora que refere-se à estimulação corporal, a fim de que a criança possua as habilidades básicas que são essenciais para a aquisição dos aprendizados escolares,  deve ser considerada como uma educação básica para as séries iniciais do Ensino Fundamental.  

Ela embasa todas as aprendizagens pré-escolares e escolares. Isto significa que o desempenho escolar será comprometido se a criança não tiver conseguido tomar consciência de seu corpo, lateralizar-se, situar-se no espaço, dominar o tempo; se não tiver adquirido habilidade suficiente e coordenação de seus gestos e movimentos.  

É por isso que desde o primeiro ano de vida, a criança precisa e deve ser estimulada em sua motricidade. Quando mais estimulada a criança for, mais habilidades básicas terá adquirido e isto potencializará suas condições de alcançar um bom desempenho nas séries escolares. 

Então, nossos filhos precisam e merecem ser estimulados e terem sua psicomotricidade bem desenvolvida.  

(Texto: Wélida Dancini) 

Wélida Dancini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×